Grandes provedores dos EUA entram em plano de combate a pedofilia

Framingham – Sob os termos do acordo, os provedores vão eliminar o acesso a grupos de notícias e limpar seus servidores.

Autoridades de Nova York anunciaram um acordo com os provedores Verizon, Time Warner Cable e Sprint para bloquear o acesso à pornografia infantil de grupos de notícias e excluir sites pornográficos dos servidores dos provedores.

Sob os termos do acordo, os provedores vão eliminar o acesso a grupos de notícias e limpar seus servidores de sites pornográficos, identificados pelo Centro Nacional para Crianças Perdidas e Exploradas dos Estados Unidos.

O acordo foi firmado após uma investigação feita por legisladores de Nova York, que revisou milhares de fotos durante diversos meses para detectar fontes importantes de pornografia infantil.

Os investigadores criaram um sistema para identificar e filtrar os arquivos online que contém conteúdo pedófilo.

A investigação revelou 88 grupos de notícias que continham um total de 11.390 fotos de pornografia infantil.

O Congresso brasileiro está promovendo uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar o uso da internet para a prática da pedoflia no País.

Denise Dubie, editora do Network World, de Framingham.
Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: